A Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) é uma tendência tecnológica que tem sido cada vez mais adotada nos últimos anos. A IoT é uma rede de objetos conectados, como sensores, atuadores, computadores e outros dispositivos, que coletam e compartilham dados para melhorar a eficiência e a segurança dos sistemas. Com a popularidade da IoT, a programação para dispositivos conectados tem se tornado uma habilidade valorizada em muitos setores, incluindo a indústria, a saúde, a segurança e a energia.

Python é uma das linguagens de programação mais utilizadas para o desenvolvimento de aplicações IoT, e é uma ótima opção para iniciantes devido à sua simplicidade e facilidade de uso. Este artigo fornecerá uma introdução à programação de IoT com Python e abordará os seguintes tópicos:

  • O que é IoT e por que usar Python para programação de IoT
  • Configurando o ambiente de desenvolvimento para IoT com Python
  • Coleta de dados com sensores e dispositivos IoT
  • Processamento de dados e armazenamento de dados com Python
  • Comunicação de dispositivos IoT com Python
  • Desenvolvimento de aplicações IoT com Python

O que é IoT e por que usar Python para programação de IoT

Primeiramente, a IoT é uma rede de dispositivos conectados que coletam e compartilham dados para melhorar a eficiência e a segurança dos sistemas. Estes dispositivos incluem sensores, atuadores, computadores e outros tipos de equipamentos que se comunicam entre si para coletar e processar dados. A IoT é utilizada em uma ampla gama de aplicações, incluindo monitoramento de temperatura, controle de luz, monitoramento de saúde e segurança, entre outros.

Continua após a publicidade...

Se você está gostando desse post, também vai gostar desse: Programação em TypeScript para desenvolvimento de aplicativos web escaláveis

Python é uma das linguagens de programação mais populares para o desenvolvimento de aplicações IoT devido à sua simplicidade e facilidade de uso. Além disso, Python tem uma ampla gama de bibliotecas e ferramentas disponíveis para o desenvolvimento de aplicações IoT, como o MicroPython, o Raspberry Pi, o PySerial e o PyMongo. Estas bibliotecas e ferramentas facilitam o desenvolvimento de aplicações IoT e ajudam a tornar a programação de IoT mais acessível para iniciantes.

O Internet of Things (IoT) é uma área de tecnologia que se concentra na conexão de objetos do mundo real a Internet, permitindo que eles transmitam e recebam dados. Isso é possível com a ajuda de sensores e dispositivos conectados à Internet. A programação é uma parte fundamental do desenvolvimento de aplicações IoT, e Python é uma das linguagens de programação mais populares e flexíveis para esse fim. Neste artigo, vamos apresentar a introdução à programação de IoT com Python.

Por que escolher Python para IoT?

Python é uma linguagem de programação fácil de usar, altamente legível e com uma vasta comunidade de desenvolvedores. Isso a torna uma escolha atraente para iniciantes e desenvolvedores experientes. Além disso, Python tem uma ampla gama de bibliotecas e pacotes que podem ser usados para acessar sensores, processar dados e interagir com outros dispositivos IoT. Por exemplo, a biblioteca RPi.GPIO pode ser usada para controlar GPIO (General Purpose Input/Output) em dispositivos Raspberry Pi.

Instalando as ferramentas necessárias

Antes de começar a programar com Python para IoT, você precisará instalar algumas ferramentas. O Python já vem instalado em muitos sistemas operacionais, mas se você não tiver certeza, pode baixar a última versão do site oficial. Além disso, é recomendável instalar o gerenciador de pacotes pip, que torna mais fácil instalar as bibliotecas necessárias.

Criando seu primeiro projeto IoT com Python

Para criar seu primeiro projeto IoT com Python, você pode usar um dispositivo Raspberry Pi, pois ele é acessível, possui recursos suficientes e é compatível com muitas bibliotecas Python. Primeiro, conecte um sensor de temperatura ao Raspberry Pi. Em seguida, crie um arquivo Python e importe a biblioteca necessária para acessar o sensor. Em seguida, você pode ler os dados do sensor e exibi-los em seu terminal ou enviá-los para um servidor remoto.

Acessando dados em tempo real com Python

Uma das vantagens da programação de IoT com Python é a possibilidade de acessar dados em tempo real. Isso pode ser feito usando uma biblioteca como Flask, que permite criar aplicativos web simples para exibir dados em tempo real.

PySerial

Esta biblioteca fornece acesso à porta serial, permitindo a comunicação com dispositivos externos como sensores e atuadores.

Adafruit_Python_DHT

Esta biblioteca permite acesso aos sensores DHT, comuns na programação de IoT.

Comunicação entre dispositivos

A comunicação entre dispositivos é uma parte importante da programação de IoT. Algumas das maneiras comuns de se comunicar incluem o protocolo MQTT, o protocolo HTTP e o protocolo CoAP.

MQTT

Este é um protocolo de comunicação baseado em mensagem que é projetado especificamente para o uso em dispositivos IoT. Ele é fácil de usar, tem baixo overhead de largura de banda e é escalável.

CoAP para IoT

Este é um protocolo de comunicação projetado especificamente para o uso em dispositivos I’oT. Ele é semelhante ao HTTP, mas possui uma quantidade menor de overhead de largura de banda.

Além disso, a programação de I’oT com Python permite a criação de soluções e aplicativos baseados em dispositivos conectados, tais como sensores, atuadores e microcontroladores. Com a popularidade crescente da Internet das Coisas (I’oT), o Python se destaca como uma das linguagens de programação mais utilizadas para desenvolver aplicações neste campo.

O Python possui uma ampla gama de bibliotecas e ferramentas dedicadas à I’oT, o que o torna uma escolha ideal para desenvolvedores que buscam rapidez e eficiência ao criar soluções I’oT.

Uma das principais vantagens de utilizar Python para I’oT é a capacidade de integração com outras tecnologias, como Big Data, Análise de Dados e Inteligência Artificial.

Outra vantagem é a capacidade de conexão com diferentes plataformas e dispositivos, como Raspberry Pi, Arduino e outros microcontroladores. Isso significa que os desenvolvedores podem utilizar o Python para criar soluções I’oT em diferentes dispositivos, o que amplia ainda mais as possibilidades de aplicação desta linguagem.

Concluindo o Python para Iot

Por fim, a comunidade de desenvolvedores ativa e a ampla gama de recursos disponíveis fazem com que o Python seja uma escolha ideal para desenvolvedores que buscam criar soluções I’oT. Se você está procurando aprender a programar para I’oT, considere começar com Python. Com sua sintaxe clara e suporte a vários dispositivos, você estará pronto para criar soluções avançadas e inovadoras para a Internet das Coisas.

Gostou do post? Então compartilha nas redes sociais e assina nossa newsletter para receber os melhores conteúdos sobre gestão e tecnologia na caixa de entrada do seu e-mail.

Post desenvolvido por: Redação TecnoBrasil